quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Apetece-me espancar o meu cunhado

Não sei o que se passa com esta juventude de merda e o meu cunhado de 19 anos está incluído nela! Pelo que vejo o mal é geral, estudar tá quieto, trabalhar faz calos...enquanto os pais forem vivos trabalhar para quê? Gente sem objectivo de vida...ele havia de ter uns pais como eu tive aí se devia...o meu marido era um "escravo" ele tinha de fugir para dormir porque nem dormir o deixavam, era só trabalhar, este foi assim...
Eu só pensava era no dia em que podia começar a trabalhar para ter o meu dinheiro e ter a minha casa para sair do inferno que era viver com os meus pais. Comecei a viver sozinha aos 24 anos logo depois de ter acabado a universidade, e um dia conto o horror que foi para eu sair de casa (tive de fugir praticamente) porque o meu pai é daqueles que filha só sai de casa dos pais ou para estudar ou para casar e tinha de ser com quem ele aprovasse!! Nunca saí à noite, só tive essa liberdade quando fui para Coimbra estudar, que para mim foi um choque e ao mesmo tempo a puta da loucura! Era tudo novo, os meus pais nunca me deixavam sair sozinha para nada, quando saía era sempre com alguém da família ou com eles, e eu odiava sair com os meus pais detestava, não tenho um amor de filha para pai, e as saídas na sua grande maioria dava sempre merda, acabavam sempre mal. Éramos aquela família que em casa vivia o INFERNO, mas na rua e para os outros éramos a família perfeita.
Claro que isso ia dar merda e deu...um dia se me apetecer conto, aliás se fosse a contar a minha vida acreditem que dava um livro.
Fiquei tão traumatizada que tenho certas pessoas que não quero ver nem pintadas á minha frente família paterna principalmente, pai incluído...

Estes putos de hoje haviam de ter a vidinha que eu tive...haviam de ver senão abriam os olhos....

A pessoa que sou hoje devo a MIM! Abri os olhos quando saí do ninho, aí sim fiz-me uma mulher, não sabia nada da vida, era uma menina que de repente abriu os olhos e voei alto, mas paguei o preço, fui desprezada pela minha família por ter saído de casa e ter deixado a minha mãe sozinha com o meu pai, para eles eu devia estar com ela... 
Se eu vivesse ainda com os meus pais, a minha vida ia ser a mesma coisa, não saia e se saísse tinha hora marcada e ainda tinha de lhe dizer para onde ia e com quem ia, ia ser mais uma a levar porrada como já levava e a sustenta-lo... graças a Deus que tive a força e a coragem de querer mais para mim que não aquela vida que eles tinha planeado para mim, fui para a universidade contrariada, porque eu tinha de fazer ver os amigos a familia etc e tal... e como se costuma dizer...no melhor pano cai a nódoa.

Sou uma grande MULHER graças á educação que a minha santa mãe me deu e graças a MIM!



segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Queriam calor...

Cá está ele, e com ele vieram as chamas do inferno, só tenho pena que os filhos da puta que começam os fogos não fiquem logo lá engolidos por um cone de fogo! 
Não se aguenta este calor, eu pelo menos não, sou hipotensa, por isso qualquer semelhança entre mim e uma preguiça é pura coincidência. 
Ontem á noite cheirava tanto a fumo, no nosso concelho não á fogos (ainda) mas o cheiro que se sentia era horrível, a contrastar com o céu estrelado e com as estrelas cadentes que iam caindo (na zona para onde vim morar nesta altura vê-se muitas). 

Este blogue está um pouco mole...é do calor de merda que se sente...

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Vou-me armar em parva

e vou comprar uma vestimenta daquelas que as muçulmanas usam que só têm a abertura para olhos e vou passear assim. Gostava de saber qual a sensação...ao menos posso dar traques no meio das pessoas que ninguém se mete comigo LOL vou fazer isso não sei é quando :p mas vou.

Assumo

Assumo publicamente neste espaço

PUTA QUE PARIU AO POKÈMON GO e aos parvalhões que gastam tempo naquela MERDA. Em vez de pinarem andam à procura de bonecos virtuais!!!

Trumpmerda

Se o Donald Trump ganha as eleições eu vou construir um bunker, é que cheira-me que o mundo tem os dias contados.

o ser blogger

Vai passar a existir prémios para os melhores blogues e blogers do ano... mas ter um blogue  é profissão?! Juro que não entendo certas merdas...estou a ficar velha mesmo...

A VIDA È DURA PARA QUEM È MOLE...

Factos

Não sou uma gaja normal: odeio compras, detesto andar de loja em loja feita parva a experimentar tudo e mais alguma coisa, acho essas merdas ridículas, não tenho paciência para andar maquilhada, para mim uma mulher é bonita por dentro á por aí algumas com TONELADAS de maquilhagem na fronha e são lindas, mas quando tiram aquela porcaria toda até metem medo, parecem umas aberrações. Sou apaixonada por motas. Agora meti na cabeça ser vendedor ambulante... se sou maluca? claro... andaram os meus pais a pagar os meus estudos 5 anos para isto...vão adorar(NOT) LOL